Prefeitura Municipal de Itajaí

24/09/2019

Superintendência do Porto de Itajaí auxilia acadêmicos do curso de Oceanografia da Univali junto ao Programa de monitoramento ambiental do Rio Itajaí-Açú.

Visitas esporádicas são realizadas todos os semestres com alunos do curso superior de Oceanografia da Univali.

Itajaí, 24 de Setembro de 2019.

Superintendência do Porto de Itajaí – SPI.

Assessoria de Comunicação Social – ASCOM.

 

Superintendência do Porto de Itajaí auxilia acadêmicos do curso de Oceanografia da Univali junto ao Programa de monitoramento ambiental do Rio Itajaí-Açú.

Visitas esporádicas são realizadas todos os semestres com alunos do curso superior de Oceanografia da Univali.

 

A Superintendência do Porto de Itajaí, através de uma parceria com a Universidade do Vale do Itajaí (UNIVALI), e, em atendimento ao cumprimento de sua Licença Ambiental de Operação (LAO nº 2610/19), realiza programas de monitoramento do Rio Itajaí-Açú, em sua área costeira, como níveis de ruído, qualidade do ar, temperatura, ciclo de marés, biota aquática entre outras ações.

O programa de monitoramento, é coordenado pelo Professor Jurandir Pereira Filho e é realizado duas vezes por mês (em maré quadratura e sizígia*), e conta com uma equipe de 7 funcionários contratados, 6 estagiários bolsistas que prestam auxílio nas coletas e medições e também de estagiários voluntários.

O programa teve início no final do ano de 2005 para atender às condicionantes presentes na licença ambiental do Porto de Itajaí, onde a parceria técnico-científica é dividida em vários subprogramas de monitoramento que envolvem aspectos químicos, biológicos, oceanográficos, geológicos, indicadores da qualidade ambiental e, portanto, de alterações da estrutura natural do ecossistema.

São nestas oportunidades de monitoramento que a UNIVALI, através de seu curso superior de Oceanografia, convida seus acadêmicos para acompanhar as medições, fazendo o monitoramento e assim somando conhecimentos para os estudantes, onde passam do ensino teórico para a prática real e por assim, desenvolvendo seu conhecimento e os preparando para o mercado de trabalho.

No último dia 6 de setembro, o professor Mauro Michelena Andrade acompanhou cerca de 20 acadêmicos da disciplina de Hidrodinâmica de Estuários, do curso de Oceanografia da UNIVALI, onde realizaram uma prática em campo. Toda a ação foi feita num rodízio em cerca de 12 horas de ação, em 4 pontos de coleta de amostragem ao longo do canal do Rio Itajaí:

“Os acadêmicos tiveram a oportunidade de agirem na prática com os instrumentos utilizados para medir a temperatura, a salinidade, a turbidez d’água, velocidade e direção das correntes. Todo o processo agrega conhecimentos para os seus estudos e é muito positivo esse entrosamento entre eles, de uma forma que estão vivenciando o que o mercado de trabalho está buscando, esta capacidade em coletar os dados ambientais, interpretar eles em campo, entender se o que eles estavam praticando estava correto e também no tratamento e análise dos dados coletados nos laboratórios da UNIVALI”, destaca Mauro.

“A parceria entre Superintendência do Porto de Itajaí e a instituição Univali traz muitos benefícios para nossa comunidade acadêmica, onde permite que os alunos possam experimentar as diversas funções relacionadas às suas matérias, assim como a utilização de dados para suas pesquisas de conclusão de curso, aumentando ainda mais o acervo de conhecimento hidrográfico da nossa região, e certamente se qualificando para o mercado de trabalho”, pontua a Gerente de Meio Ambiente da Superintendência do Porto de Itajaí, Médelin Pitrez dos Santos.

Para o Coordenador Geral do Programa de Monitoramento, Dr. Jurandir Pereira Filho, esta ampliação de conhecimentos por parte dos acadêmicos, permite o envolvimento direto na resolução de problemas e situações reais que vão encontrar no campo profissional, permitindo um amplo aprendizado profissional:

”De forma pública e transparente, certamente este programa permite ainda uma grande geração de dados, os quais são usados em trabalhos acadêmico-científicos, resultando em um grande número de publicações científicas, trabalhos de conclusão de curso, dissertações de mestrado e teses de doutorado“, conclui.

* Maré quadratura - As forças de atração do Sol e da Lua se opõem duas vezes em cada lunação, por ocasião do quarto crescente e do quarto minguante da Lua, produzindo marés de quadratura (ou de águas mortas), com preamares mais baixas e baixa-mares mais altas.

* Maré sizígia - Para a oposição das Luas cheia e nova com o Sol, quando ocorrem as marés de água-viva.

 

Mais informações:

Prof. Dr. Jurandir Pereira Filho e Prof. Dr. Mauro Michelena Andrade – UNIVALI.

Médelin Pitrez dos Santos– Gerente de Meio Ambiente da Superintendência do Porto de Itajaí – SPI. (47) 3341- 8065.

Texto: Fabrício Zarrilli Pereira – ASCOM. (47) 3341-8067.

Fotos: Banco de Dados da Univali/Curso de Oceanografia.

  • Enviar para amigo
  • Imprimir
  • Link:

Enviar notícia para amigo






Rua Blumenau, 05 | CEP 88.305-101 | Centro | Itajaí | Santa Catarina | Brasil
Telefone: [+55] 47 3341 8000