Prefeitura Municipal de Itajaí

27/12/2018

Concluída primeira etapa de reformas do prédio da Superintendência do Porto de Itajaí.

Outras instalações da Autoridade Portuária também receberam melhorias. Novas etapas prosseguem em 2019.

Concluída primeira etapa de reformas do prédio da Superintendência do Porto de Itajaí.

Outras instalações da Autoridade Portuária também receberam melhorias. Novas etapas prosseguem em 2019.

 

O Porto de Itajaí, por meio de sua Superintendência, realizou diversas reformas de manutenções ao longo deste primeiro biênio 2017/2018.

De acordo com informações colhidas no setor de Licitações e Serviços Gerais da Autoridade Portuária, até o presente momento foram efetuados investimentos na ordem de aproximadamente R$ 1,5 milhão (1.500.000,00).

As reformas e respectivas melhorias nos espaços e ambientes do Porto de Itajaí foram concluídas dentro da primeira quinzena de dezembro e abrangeram os prédios da superintendência, guarita da Guarda Portuária, sede do Arquivo e prédio da CIA – Centro Integrado de Atendimento.

Os prédios da sede administrativa da Superintendência do Porto de Itajaí e Centro Integrado de Atendimento (CIA) tiveram todos os toldos reformados recebendo novas pinturas externas, dando destaque aos seus prédios destacando melhor sua visibilidade.

Também no entorno do prédio da superintendência, foram feitos reparos em paisagismo, pintura externa em todas as grades de proteção, muros e fachada. O setor de arquivos, localizado em um armazém atrás do prédio da superintendência, também ganhou reformas em suas paredes internas, onde apresentavam sinais de mofo e infiltração. 

Na área primária do porto, também conhecido por retroárea, os berços 3 e 4, e o RAC (Recinto Alfandegado Contíguo) já contam com estrutura de nova iluminação de lâmpadas de LED’s nas suas áreas de operações. Apesar de ter um custo de até cinco vezes maior que uma lâmpada incandescente, sua vida útil é de até 25 vezes superior. Outra vantagem importante é sua economia de energia que pode chegar até 80% quando comparada aos antigos modelos de lâmpadas. Todas essas vantagens somam para a sustentabilidade, onde o Porto de Itajaí procura buscar cada vez mais o comprometimento com a causa ambiental.

Além destas melhorias, as áreas de operações na retroárea receberam novas camadas de asfalto (operações tapa-buracos), que acabaram se avariando devido às chuvas contínuas na região. A operação contou com o suporte e apoio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Gerais da Prefeitura de Itajaí.

Também na retroárea foram adquiridas e instaladas câmeras de segurança e ativado um novo processo de cloração de água cujo sistema segue as normas internacionais da ANVISA.

Nesse segundo semestre de 2018 a antiga sede da superintendência teve sua demolição concretizada, onde a área segue os planos futuros de desenvolvimento e expansão do Porto de Itajaí, se tornando, futuramente, área alfandegada para operações. Outra demolição importante foi o teto da oficina localizada no RAC, onde as más condições tornaram o ambiente impróprio para trabalho devido aos riscos que colocava o colaborador portuário.

No setor de segurança, a Guarda Portuária recebeu melhorias em seu espaço de acesso, frisando a importância dos itens de segurança para adentrar na área primária.

A primeira etapa de reformas e melhorias vem acontecendo desde julho de 2017, na época, obtendo serviços realizados por equipes de funcionários de uma empresa terceirizada, e, a partir de maio deste ano, uma licitação foi realizada com objetivo de contratar uma empreiteira para prestar serviços gerais que compreendem o próprio prédio da Superintendência e prédios próximos, sendo esperada também a continuidade ao longo de 2019.

O porto de Itajaí é um dos principais portos do país que tem sua localização numa região central da cidade e por isso precisa manter sua condição de padrões urbanísticos.

Dadas as condições financeiras em que o porto participa do mercado competitivo nacional e internacional, as manutenções seguem um cronograma de etapas, mediante sua receita.

Com esta primeira etapa concluída, as reformas seguem uma agenda de melhorias que a superintendência vem buscando fazer em suas áreas primárias, de apoio e administrativas, elas terão continuidade no decorrer de 2019, onde serão focadas em outras áreas que também precisam de atenção.

“Na verdade, trata-se de uma obrigação nossa zelar e manter as condições prediais em dia para uso do efetivo, tanto em áreas internas ou externas. O contrato de delegação nos exige e cabe a nós priorizar certos recursos financeiros que serão investidos em diversas demandas que se fazem necessárias. Quando falamos em manutenção do porto como um todo, tivemos sempre o trabalho de recuperar e dar infraestrutura adequada para o nosso uso, que vão desde pinturas, iluminação, aplicação de asfalto com sinalizações verticais e horizontais, pontos de acessibilidade, prédio da Guarda Portuária, RAC, e isso é sempre contínuo. Nossa atenção também está voltada para outras melhorias fora do porto, estendo serviços de recuperação em outras instalações como a antiga sede da Inspetoria e área dos molhes”, destacou o Superintendente do Porto de Itajaí, Engº Marcelo Werner Salles.

Dentro do pacote de reformas e melhorias prediais, para uso de rotina dos servidores foram adquiridos e instalados novos computadores, equipamentos de áudio e imagem (retroprojetores e microfones), ar-condicionado e reforma geral do Auditório.

Neste primeiro biênio, a superintendência do Porto de Itajaí realizou quatro leilões de venda de materiais inservíveis, e, que por meio de suas vendas, todos os valores arrecadados com os pregões foram investidos em melhorias internas da autoridade portuária, sendo também locados dois veículos para uso diário do efetivo.

Segundo o Gerente de Licitações da superintendência do Porto de Itajaí, Carlos Paulo Pfpilsticker Neto, a última manutenção de reforma e melhorias em geral foi realizada em 2009 no prédio da superintendência e demais instalações agregadas.

“Uma manutenção não sendo feita com certa frequência pode causar aos poucos depredação do local chegando a um ponto que se torna muito alto o preço para os seus devidos consertos. A recuperação dos espaços físicos necessita de efetivo profissional e por isso estaremos sempre atentos com o propósito de deixar a casa em ordem”, conclui Carlos.

Mais informações:

Gerência de Licitações e Contratos:

Carlos Paulo Pfeilsticker Neto (Kadu) e Caroline Mehler – (47) 3341 8074 / 3341 8304.

Texto e Fotos: Fabricio Pereira/Estagiário ASCOM/SPI. (47) 3341-8067.

  • Enviar para amigo
  • Imprimir
  • Link:

Enviar notícia para amigo






Rua Blumenau, 05 | CEP 88.305-101 | Centro | Itajaí | Santa Catarina | Brasil
Telefone: [+55] 47 3341 8000