Prefeitura Municipal de Itajaí

03/12/2018

XIV SIPATP encerra com número expressivo de participantes.

Atividades sobre prevenção de acidentes no trabalho foram realizadas durante a semana.

XIV SIPATP encerra com número expressivo de participantes.

Atividades sobre prevenção de acidentes no trabalho foram realizadas durante a semana.

 

Na sexta-feira, 30, foi realizado no Auditório Martin Schmeling, na Superintendência do Porto de Itajaí, a solenidade de encerramento da XIV Edição da Semana Interna de Prevenção de Acidentes no Trabalho Portuário (SIPATP).

Nesta décima quarta edição, o evento contou com a realização de diversos parceiros: Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), Superintendência do Porto de Itajaí (SPI), Comissão de Prevenção de Acidentes do Trabalho Portuário (CPATP), Suatrans Marine/Ecosorb e empresa Minister.

Os encontros foram realizados em horários matutino e vespertino nas empresas parceiras. Nesta edição, o destaque foi para as seguintes atividades: palestras, oficinas, montagem de exposição de EPIs e demais Equipamentos, Atendimentos rápidos de testes de hipertensão e diabetes, distribuição de materiais de atendimentos a emergência, incêndios e primeiros socorros, entre outras divulgações.

Assim como na abertura da semana, entre 26 e 30 de novembro, dezenas de pessoas que atuam junto ao Complexo Portuário de Itajaí e de seus devidos setores, tiveram o privilégio de assistir no encerramento uma apresentação artística cultural promovida por um dos integrantes da CIA de Bonecos de Itajaí, com o tema “00SEG: SEJA VOCÊ UM AGENTE DE SEGURANÇA”, em alusão aos filmes de versão fictícia sobre o personagem 007 nos cinemas, que tinha como base orientações e diversas prevenções contra acidentes no local de trabalho.

A apresentação ficou por conta do Técnico em Segurança do Trabalho, Ezequias Pereira de Souza, e o público presente participou e interagiu com diversas esquetes de bonecos de personagens folclóricos. Todas as peças serviram de incentivo à vida priorizando os valores que cada ser humano deve enfrentar sua rotina.

Também houve o sorteio de três bicicletas através da Loteria de Segurança e na oportunidade, 120 pessoas se inscreveram respondendo perguntas relacionadas às diversas práticas de segurança no trabalho. Os sorteados são: Sandra Maria dos Santos (Minister), Isabel O. de Andrade (Minister) e Elisabeth Poleza (Minister).

Todas as três bicicletas foram cortesia das empresas ALLBER ENGENHARIA eMINISTER e da Associação dos Servidores Públicos do Porto de Itajaí (ASSPI). Também foram sorteados entre os participantes 10 kits contendo chapéu, carregador para telefone celular, bloco de notas, entre outros acessórios de uso no trabalho.

Em atendimento as Normas Regulamentadoras do Ministério do Trabalho e Emprego, (NR-05 da CIPA e NR-29) de Segurança e Saúde no Trabalho Portuário, a SIPATP deste ano teve seu foco principal voltado para a área de segurança 24 horas por 07 dias.

Felizmente, no Porto de Itajaí não há registros por acidentes graves, porém, as estatísticas nacionais mostram que os acidentes  não pararam de acontecer no estado e no país,  como registrado pela Revista Proteção, órgão especializado no segmento, destacando que a cada 3 dias morre um trabalhador em Santa Catarina, e, que somente em 2017, de acordo com o Observatório Digital de Saúde e Segurança do Trabalho, Smartlab de Trabalho Decente do Ministério Público do Trabalho/Organização Internacional do Trabalho(MPT/OIT), ocorreram em Santa Catarina 25,2 mil acidentes de trabalho, já no Brasil foram 574 mil entre os trabalhadores registrados (celetistas).

“A prevenção tem sido uma busca constante ao longo do ano no Porto de Itajaí com diversas atividades que aumentam a cultura da prevenção e a sensação de segurança no trabalho, através de treinamentos, integração de segurança do trabalho que aborda meio ambiente, saúde e segurança pública, ações corretivas e preventivas que resultam em maior sensação de segurança nas atividades portuárias”, destacou o Agente de Autoridade Portuária da Gerência de Meio Ambiente, José Luís Carpes.

Na divulgação de números pela Vigilância Sanitária, os técnicos informaram que de 2006 a 2015, SC registrou 2.674 acidentes de trabalho fatais de acordo com o Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) da Secretaria Estadual de Saúde de Santa Catarina (média de 267 mortes por ano). No mesmo período, o INSS registrou apenas 1.486, pois, são relativos somente aos acidentes de trabalho fatais com trabalhadores celetistas. Desse total, 93% do sexo masculino e 7% do sexo feminino. Os acidentes de transportes foram os recordistas de óbitos, com 52% do total apurado. As mortes por quedas ficaram em segundo lugar com 20% dos registros, em terceiro lugar com 11% aparecem as vítimas por esmagamentos, impactos e explosões, outros 8% por corrente elétrica, e 8% por causas variadas.

Outro dado preocupante foi divulgado pelo Departamento de Informática do Sistema Único de Saúde do Brasil (DATASUS). Índices revelam que neste período, Santa Catarina liderou a média de taxas de mortalidade por acidentes de trabalho do Sul do Brasil, sendo o risco de morrer trabalhando de 7 mortes a cada grupo de 100 mil trabalhadores. No Paraná, a taxa média foi de 6,5/100.000, e no Rio Grande do Sul, foi de 3,8/100.000 – Fora desta estatística, não está se falando de pessoas que morrem precocemente ou após a aposentadoria e sim de pessoas em plena atividade que são afastadas ou perdem a vida na luta pela sobrevivência.

“Diante da estatística demostrada, acidentes não acontecem por acaso, são uma associação de fatores que contribuem para sua ocorrência, bem como também a não ocorrência não é meramente acaso ou sorte, é também o resultado de todas as ações preventivas desenvolvidas voltadas a prevenção, sendo que isto deve ser uma busca diária com a continuidade de ações preventivas e boas práticas nos ambientes de trabalho, sendo a SIPATP realizada com atividades durante toda a semana e cada vez mais contribuindo significativamente para manutenção e melhoria na segurança do trabalho”, conclui José Luís Carpes.

 

Mais Informações:

 

Médelin Pitrez dos Santos – Gerente de Meio Ambiente (GEAMB).

Alan Peter Rosa - Presidente da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA).

Jose Luís Carpes- Agente de Autoridade Portuária (GEAMB).

Superintendência do Porto de Itajaí.

(47) 3341-8306

www.portoitajai.com.br

* Texto: Luciano Sens / Fotos: Fabricio Pereira – ASCOM/SPI.

  • Enviar para amigo
  • Imprimir
  • Link:

Enviar notícia para amigo






Rua Blumenau, 05 | CEP 88.305-101 | Centro | Itajaí | Santa Catarina | Brasil
Telefone: [+55] 47 3341 8000