Prefeitura Municipal de Itajaí

24/07/2018

Porto de Itajaí recebe terceiro “teste” de desembarque de veículos importados.

Operadora General Motors desembarca 1018 unidades. Previsão será de 5 mil veículos ao mês.

Porto de Itajaí recebe terceiro “teste” de desembarque de veículos importados.

Operadora General Motors desembarca 1018 unidades. Previsão será de 5 mil veículos ao mês.

 

Retornou nesta manhã de terça-feira, 24, ao Porto de Itajaí, o navio de bandeira panamenha, EUROPEAN HIGHWAY, do Armador K. LINE, para mais uma atracação de veículos importados da montadora General Motors (GM - Chevrolet).

Sua finalidade, neste terceiro “teste” de desembarque, tem por objetivo fazer estudos e avaliações quanto a possibilidade da permanência destas operações em definitivo pelo Porto de Itajaí.

O navio, que tem 180 metros de comprimento e 32 metros de boca, partiu do Porto de ZARATE, na Argentina e atracou ao meio dia desta terça-feira na margem direita do Rio, no berço 02 da APM Terminals (empresa arrendatária do Porto Público de Itajaí).

Suas operações de desembarque iniciaram às 14:00 horas e de acordo com informações da Gerência de Operações da Superintendência do Porto de Itajaí, tem previsão de término para às 23:00 horas. Concluindo os serviços de desembarque no Porto de Itajaí, o navio segue para o Porto de Rio de Janeiro.

Fabricados na Argentina, serão 1018 veículos da marca “CRUZE Turbo”, a serem desembarcados pelo Porto de Itajaí.

Esse tipo de movimentação em portos é conhecido pelo sistema ROLL ON ROLL OFF – quando os veículos são conduzidos para fora do navio e encaminhados para uma área primária do porto.

Ao contrário das outras duas operações (09 de junho e 09 de julho), em que os “testes” foram realizados em dias de final de semana, desta vez, o terceiro “teste” está sendo realizado, em dia dentro da semana.

Assim como nas duas primeiras operações, neste terceiro “teste”, os veículos descem por uma rampa e serão conduzidos até o cais público no berço 03. Na sequência serão conduzidos ao Armazém 03 onde permanecerão no local interno para uma vistoria por parte de profissionais da Gerência de Operação Portuária. Após a vistoria, os veículos seguem pelo Portão/Gate 2 (específico para cargas especiais) e não conflitam com a movimentação de cargas de contêineres. Em seguida serão encaminhados até o RAC – Recinto Alfandegado Contíguo e no local serão carregados para as “Cegonheiras” e por fim, transportados aos seus locais de destino.

O RAC - Recinto Alfandegado Contíguo tem 25 mil metros quadrados de área e com este desembarque de 1018 veículos da GM ocupará cerca de 80% de seu espaço físico.

Desde março reuniões periódicas vinham ocorrendo com membros da Superintendência do Porto de Itajaí, Gerência e diretores de Relações Governamentais da General Motors no Brasil – Gestão Logística (TEGMA), diretores da APMT de Itajaí, diretores da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável e Prefeitura Municipal de Itajaí através das Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda, da Fazenda e Procuradoria Geral do Município.

Em termos financeiros por geração de rendas e valores arrecadados, somente com o avanço e permanência dessa atividade entrando pelo Porto de Itajaí, é que se terá um somatório através de incentivos fiscais para a economia de Itajaí e do Estado de Santa Catarina quanto as importações dos veículos.

Nas duas operações (testes), 1500 carros da marca CRUISE/GM desembarcaram e ambas as movimentações ocorreram com sucesso. Cerca de 104 carros foram descarregados por hora obtendo 100% de eficiência na operação e sem nenhuma avaria registrada.

Para o Superintendente do Porto de Itajaí, Engº Marcelo Werner Salles, desde o primeiro “teste”, houve muito empenho e dedicação por parte dos envolvidos em realizar estas operações. Destaque para os padrões de excelência exigidos pela montadora General Motors e que foram essenciais para o Porto de Itajaí aplicar, como a eficiência da mão de obra por parte dos trabalhadores portuários, a participação do efetivo da CODETRAN em auxiliar no sistema de trânsito, a própria condição logística operacional, entre outras condições oferecidas.

“Para todos nós que somos da comunidade portuária, posso afirmar que gostamos de desafios e todos os envolvidos neste modelo operacional estão de parabéns. A Superintendência do Porto de Itajaí, a APM Terminals, que é a empresa arrendatária do porto público, através dos trabalhadores portuários, as municipalidades, em nome do Poder Executivo de Itajaí, não mediram esforços e vontade para a realização destas operações. Com os testes da General Motors, reflexos gerarão emprego e receitas para o município de Itajaí. Vamos nos empenhar ao máximo em todos os testes que a GM pretende realizar. Vamos brigar no bom sentido da palavra, para que este modelo de cargas fique aqui no Complexo Portuário de Itajaí e gerem este desenvolvimento esperado”, destacou Salles.

Segundo informações, após esse terceiro “teste” de desembarque, e, posteriormente havendo a possibilidade de permanência desta modalidade de operações de cargas da montadora General Motors, existe uma previsão mensal de desembarque de até 5000 mil unidades, divididos em duas escalas quinzenais no Porto de Itajaí, com 2500 veículos por escala atracada do navio.

“A oportunidade de Itajaí receber o desembarque desses carros comprova a capacidade de nossos trabalhadores portuários, a eficiência de nosso porto e a importância de nossa cidade. É mais um passo para a recuperação da movimentação de cargas no nosso Porto e estes carros têm grande valor agregado afetando diretamente nossa arrecadação”, conclui o Prefeito de Itajaí, Volnei Morastoni.

A montadora GM – Chevrolet, é pioneira no Brasil no seguimento de transporte marítimo de veículos e para estas operações de “testes”, os veículos são das marcas Cruze, Equinox, Camaro e Tracker (SUV), ao qual são produzidos e embarcados pelos países onde a montadora tem fábrica (México, Estados Unidos e Argentina). De acordo com a demanda, os veículos serão transportados diretamente até o Porto de Itajaí e consequentemente após o sistema de operações, tem destino programado para as regiões Sul e Sudeste do país (Brasil).

O Porto de Itajaí tem histórico associado a estas operações de cargas ROLL ON – ROLL OFF quando nas décadas de 1980, 1990 e 2000, operaram com os principais Armadores que atuam nessa área.

Mais informações:

Assessoria de Comunicação Social do Porto de Itajaí – ASCOM.

Fotos: Fabrício Pereira (Estagiário ASCOM/SPI).

Texto: Luciano Sens.

  • Enviar para amigo
  • Imprimir
  • Link:

Enviar notícia para amigo






Rua Blumenau, 05 | CEP 88.305-101 | Centro | Itajaí | Santa Catarina | Brasil
Telefone: [+55] 47 3341 8000