Prefeitura Municipal de Itajaí

23/02/2018

Conselho de Autoridade Portuária de Itajaí volta a se reunir.

Posse de Conselheiros e relatório de situação econômica do Porto foram os destaques.

Conselho de Autoridade Portuária de Itajaí volta a se reunir.

Posse de Conselheiros e relatório de situação econômica do Porto foram os destaques.

Aconteceu na manhã desta sexta-feira, 23, no Auditório da Superintendência do Porto de Itajaí, a segunda reunião do CAP - Conselho de Autoridade Portuária de Itajaí. O Presidente Suplente da entidade, Eduardo Henrique Pinto Bezerra representou no ato o presidente, Urbano Lopes de Sousa Netto, que por motivos de agenda no Departamento de Outorgas da Secretaria Nacional de Portos (SNP), não pode participar do encontro.

“É uma honra poder voltar à Itajaí e prestigiar este encontro. O que presenciamos aqui é a real participação daqueles que estão de fato preocupados com o futuro do Complexo Portuário. Por isso cabe a nós, com o auxilio e apoio direto dos representantes da Autoridade Portuária, órgãos intervenientes, Prefeitura, classe empresarial e também a comunidade num todo, debater ações que possam incrementar toda a logística envolvendo porto e cidade”, afirmou o Presidente Suplente da entidade, Eduardo Henrique Pinto Bezerra, em seu discurso de abertura.

Na pauta da segunda reunião ordinária da entidade, o expediente do dia tratou dos seguintes tópicos: Posse dos Conselheiros Marcelo Werner Salles e Heder Cassiano Moritz, apresentação feita pela Superintendência do Porto de Itajaí dos relatórios estatísticos financeiros do Complexo Portuário em comparativo entre o já orçado e o realizado no ano passado com projeções para 2018, reforço de convite permanente nas reuniões para o Sindicato dos Transportadores Autônomos de Contêineres e cargas em geral de Itajaí e região (SINTRACON).

O destaque do encontro ficou por conta da apresentação da Comitiva “Missão Alemã”, que atendem o Projeto Global do Ministério Federal do Meio Ambiente, Proteção da Natureza, Construção e Segurança Nuclear da Republica da Alemanha (MMA), em conjunto com a empresa (GIZ – Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit), em parceria com a Secretaria de Estado do Planejamento (SPG/SC) e Ministério do Meio Ambiente do Brasil. Com a palestra intitulada “Ampliação dos Serviços Climáticos para Investimentos em Infraestrutura (CSI)”, o Porto de Itajaí foi selecionado por sofrer impactos climáticos e por sua atuação e relevância na Foz da Bacia do Rio Itajaí.

Para o Superintende do Porto de Itajaí e agora Conselheiro empossado da entidade, Engº Marcelo Werner Salles, sua apresentação hoje no CAP destacou a atual realidade  financeira em que se encontra o Porto de Itajaí e ainda divulgou algumas ações que estão em atividade como: restabelecimento da dragagem para 14 metros, readequação aquaviária (Bacia de Evolução e obras no molhe norte), realinhamento dos berços 3 e 4, retorno de linhas nas operações do porto, entre outros serviços em fase avançada, “Diferente de outros CAPs, nossas reuniões são abertas ao público e cabe a nós atuarmos com transparência. Todos os pleitos que estamos formalizando, sejam eles através de ações estruturantes, numa gestão pública, entendo que devemos deixar claro a sociedade todas as ações que estamos realizando”, destacou Salles.

O Conselho de Autoridade Portuária – CAP - é um órgão de deliberação colegiada que tem a participação direta nas decisões administrativas, técnicas, operacionais e comerciais dos portos e entidades ligadas a eles. É composto por representantes dos poderes Federal, Estadual e Municipal, contando ainda com representantes dos operadores portuários, trabalhadores e usuários dos serviços do porto.

De acordo com o Regimento Interno do CAP de Itajaí, os encontros são mensais, mas por futuros compromissos de agenda dos participantes atrelada ao recolhimento de demandas a serem debatidos nos encontros, a terceira reunião está programada para ser realizada no dia 27 de abril, última sexta-feira do mês. Na oportunidade serão discutidas e deliberadas questões da atividade portuária ao qual serão encaminhadas para as futuras pautas e posteriormente aos representantes dos órgãos responsáveis.

Documentado em Ata e disponível no site do Porto, as reuniões do CAP demonstram transparência dos fatos e acima de tudo cria elementos para solucionar casos ligados ao complexo com o apoio direto das autoridades locais ou que atuam na Secretaria Nacional de Portos, “O CAP sempre foi e será de extrema importância para a comunidade portuária. Nestes encontros podemos discutir assuntos que todos têm em comum envolvendo o Complexo Portuário de Itajaí através de seus representantes. Melhor ainda é poder contar com a participação efetiva dos grupos e nesse caso nossos Conselheiros, mesmo aqueles que estão com seus mandatos vencidos, porém em trâmite de atualizações, colaboram e instigam sempre para os rumos que nossa classe precisa alcançar ”, avalia Cristina Costa Biu, Secretária Executiva do CAP.

Nesta segunda reunião participaram representantes da Superintendência do Porto de Itajaí, Sindicatos dos Arrumadores e Trabalhadores Portuários, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Câmara de Vereadores de Itajaí, APM Terminals de Itajaí, ANVISA, membros da Classe empresarial, entre outros órgãos.

Mais informações:

Cristina Costa Biu – Agente de Autoridade Portuária e Sec. Executiva do CAP de Itajaí.

GERH – Gerência de Recursos Humanos/SPI.

(47) 3341-8063 – cristina@portoitajai.com.br

  • Enviar para amigo
  • Imprimir
  • Link:

Enviar notícia para amigo






Rua Blumenau, 05 | CEP 88.305-101 | Centro | Itajaí | Santa Catarina | Brasil
Telefone: [+55] 47 3341 8000